• Mayara Nunes

ADD participa da 5ª Assembleia da Associação Yamurikumã


A equipe de Assessoramento, Defesa e Garantia de Direitos (ADD), do Departamento de Ação Social do Instituto das Irmãs da Santa Cruz (IISC) participou da 5ª Assembleia da Associação Yamurikumã das Mulheres Xinguanas.


O evento aconteceu nos dias 24, 25 e 26 de janeiro, na aldeia Moygu, do povo Ikpeng, no Médio Xingu, Mato Grosso.

Em dezembro de 2017, a presidente da Associação Yamurikumã das Mulheres Xinguanas, Kaiulu Kamayura Trumai, e Daniel Lopes, do Instituto Maíra, estiveram em reunião com a equipe do IISC.


Na oportunidade foram apresentadas duas demandas das mulheres xinguanas: uma, em relação à associação e estatuto, e, outra, sobre direito de imagem e direito das mulheres. Daí surgiu o convite para a assembleia.


No evento estavam presentes lideranças mulheres do Parque do Xingu, assim como Cacique Melobo e outras lideranças Ikpeng, Napikü Txicão, presidente da Associação Moygu e diretor regional da Associação Terra Indígena do Xingu – ATIX, Kumaré Txicão, da Coordenação Regional da Funai, Henrique Cavalleiro, da Funai de Brasília, o indigenista Hugo Meirelles, além da Sarah Hennebert, cineasta e antropóloga canadense, Daniel Lopes e Diego Nogueira, Instituto Maíra, e Carol Hilgert, do IISC.


Durante a assembleia, conforme demanda da Associação Yamurikumã das Mulheres Xinguanas, Carol Hilgert, do IISC, realizou uma apresentação com a temática “Mulheres Indígenas e Direito de Imagem” e contou com a contribuição da Sarah Hennebert.


O ADD se comprometeu a dar a assessoria para o desenvolvimento institucional da Associação, atividade que faz parte do direcionamento estratégico do Departamento de Ação Social do IISC.


A superação, resistência e força das mulheres da Associação Yamurikumã das Mulheres Xinguanas foram marcantes durante a assembleia. A palavra UNIÃO ficou ecoando em todos os corações.


Por meio do trabalho da Associação Yamurikumã, as mulheres buscam, para si e para todos da comunidade, conhecimento, mas também espaço para falarem suas opiniões e poderem somar com os homens para a melhor gestão territorial e cultural do Parque do Xingu.


A frase que ficou marcada na assembleia, retirada do curso Germinar, realizado graças à Associação Yamurikumã das Mulheres Xinguanas, foi: “No meu coração vou entrar / Força e coragem vou buscar / Sem medo o Mundo vou conhecer / Com passos fortes vou sorrir / e vou fazer”.



Texto: Carol Hilgert

Fotos: Carol Hilgert e Associação Yamurikumã das Mulheres Xinguanas


64 visualizações