Basile-Antoine Marie Moreau 

Fundador da Família Santa Cruz 

Basile-Antoine Marie Moreau nasceu em 11 de fevereiro de 1799, na aldeia de Laigné-em-Belim, perto de Le Mans, na França.

Ele é o oitavo filho de Louis Moreau e Louise Pioger Moreau. Seu pai foi um pequeno negociante de vinhos.

Desde criança, Moreau já manifestava, de forma clara e decidida, a sua vocação e as suas aspirações à vida sacerdotal e missionária.

Quando lhes perguntavam o que iria ser quando crescesse, o pequeno Basile-Antoine respondia sem hesitação: "Como o nosso vigário! Vou celebrar missa, dar aulas e, depois, pregar por toda a parte".

Aos 10 anos, dois anos antes da idade exigida naquela época, Basile-Antoine recebeu a comunhão.

Depois de confiar ao pároco local, Julien Le Provost,  que gostaria de ser sacerdote, passou a receber aulas de latim na casa paroquial.

Em 1814, com 15 anos, deixou a família para estudar no Colégio "Chateau-Gontier". Lá, se tornou um dos melhores alunos.

Três anos mais tarde, aos 18 anos, ingressou no Seminário Maior de Le Mans. Aos 21 anos, assumiu os votos de Castidade, obediência, Pobreza e de jejuar nas sextas-feiras, tudo isso, para penitenciar-se das suas faltas e conseguir um amor, sempre maior, de Jesus Cristo.

Em 1821, com apenas 22 anos, foi ordenado sacerdote. O seu zelo e ardor pelo estudo contribuiu para que fosse lecionar no Seminário de filosofia em Le Mans, além de receber um número cada vez maior de solicitações para pregar nas diversas paróquias da redondeza.

Em espírito de obediência, assumia todas essas tarefas com grande zelo sem deixar de consagrar, anualmente, diversos dias ao retiro espiritual.

 

O trabalho como professor e pregador permitiu-lhe perceber a grande importância do ensino e da capacitação de professores.

Em 1835, em parceria com dois sacerdotes e dois seminaristas, Pe. Moreau começou a ocupar-se da educação de quarenta crianças.

 

Nesse mesmo ano, assumia a direção da Associação dos Irmãos de São José, obra iniciada pelo Padre Tiago Dujarié, destinada à educação dos jovens das aldeias francesas.

CLIQUE AQUI e leia mais sobre a história de Pe. Moreau.